Postagens populares

DENUNCIE AQUI

http://www.safernet.org.br/site/

A Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos é única na América Latina e Caribe, e recebe uma média de 2.500 denúncias (totais) por dia envolvendo páginas contendo evidências dos crimes de Ponografia Infantil ou Pedofilia, Racismo, Neonazismo, Intolerância Religiosa, Apologia e Incitação a crimes contra a vida, Homofobia e maus tratos contra os animais.

Para realizar este trabalho, foi desenvolvido um sistema automatizado de gestão de denúncias, baseado em Software Livre, que permite ao internauta acompanhar, em tempo real, cada passo do andamento da denúncia realizada por meio da Central Nacional de Denúncias. Do total de denunciantes, 99% escolhem a opção de realizar a denúncia anonimamente. E ao 1% restante é garantido total e completo anonimato.

O projeto representa a resposta brasileira a um esforço internacional, que reúne atualmente 22 países empenhados em coibir o uso indevido da Internet para a prática de crimes contra os Direitos Humanos. Conheça a rede internacional INHOPE!

segunda-feira, 4 de abril de 2011

COMO IDENTIFICAR UM PERFIL FAKE ( Falso)


Hoje em dia a internet da mesma forma que nos facilita a vida em tantos pontos, nos coloca diante de situações muito estranhas.
Os sites de relacionamento como Orkut, Badoo, Twitter e tantos outros estão lotados de perfis e alguns falsos.
Existe a necessidade de dizer que perfil falso é crime!
A utilização indevida da imagem de alguém pode ser punida civilmente através de uma ação movida pela vítima. Já o uso da imagem juntamente com dados pessoais caracteriza o crime de falsa identidade.
Quando há intenção de prejudicar ou se aproveitar, o crime é ainda mais grave sendo qualificado como falsidade ideológica.
Um perfil falso criado para fins ilícitos e para prejudicar a pessoa “clonada” pode também ser enquadrado no crime de difamação.
Em todos os casos, os perfis podem ser legalmente retirados do ar e a vítima tem direito a indenização.
Os fakes nada mais são pessoas que se escondem atrás de personagens, sejam famosos ou mesmo roubam fotos de outros perfis e começam a se passar pela pessoa.
O que será que faz uma pessoa fazer tal coisa?
Quando se trata de artista poderíamos dizer que por ser fã isso levaria a tal atitude.
Em outros casos pode ser um desvio de personalidade e a pessoa se achar feia demais, não se aceitar, querer aprontar alguma com alguém e existem aqueles que até fazem perfis fakes de sexo diferente do seu.
Existem aqueles fakes também que fazem parte de ligas contra a pedofilia, chamados fakes do bem.
Na realidade não existe uma explicação para a existência de tantos perfis falsos na internet, pois ainda não foi muito estudado.
Uma pessoa que se passa por outra fatalmente se denuncia por isso antes de acreditar piamente em um perfil, analise o conteúdo.
Erros graves de português, informações e declarações absurdas ainda mais de aspecto pessoal que não condizem com a pessoa em questão, enfim, pequenos detalhes denunciam um farsante.
Dicas para identificar:
  • Quando for artista famoso, o número de seguidores pode ser uma dica, um perfil com muito seguidores normalmente não é falso.
  • No caso do Twitter existe o selo de autenticidade, embora aqui no Brasil somente dois artistas tenham pedido.
  • Fakes detestam ser confrontados e se o são, somem por um tempo
  • Eles adoram fotos de longe e de costas e com um pouco de observação algumas nem são da mesma pessoa.
  • Fakes também adoram conversar pelo MSN, mas nunca têm webcam.
  • Os recados são outro ponto importante, os recados dos fakes nunca dizem coisas pessoais
  • Os depoimentos nunca são de amigos de longa data ou parentes próximos
  • Eles não têm mãe, irmãos, parentes ou amigos de infância no Orkut;
  • Se mulheres, quase sempre são loiras, do tipo modelo
  • Homens também e nunca em mesa com amigos, baladas, casamentos, festas de aniversário
  • São sempre bonitos, possuem corpos atléticos e, geralmente, estão entre os 25 e 30 anos e amam ser elogiados.
  • Colecionam mensagens de elogios e apaixonados.
Bem acho que deu para você tomar cuidado e não se iludir.
Conheço casos de pessoas que se apaixonaram por um fake e além da vergonha saíram com o coração partido!
Muita atenção!


Famosos, celebridades, artistas e empresas usam a mais recente explosão da internet, o Twitter. Junto com eles, os perfis falsos também marcam presença. Qualquer ambiente virtual de relacionamento está sujeito à presença dos fakes, ou seja, pessoas que não são quem elas dizem ser. No Twitter, com a enorme adesão de pessoas públicas, celebridades e artistas, foi inevitável que cada vez mais espertinhos pegassem carona na fama de alguém para se promover.
Neste artigo você vai aprender algumas dicas sobre como identificar um fake no serviço de microblog que explodiu em pouco tempo.
O mundo dos fakes: por que isso acontece
Cuidado. A internet é perfeita para quem quer se passar por quem não é.Não existe explicação oficial para o fenômeno dos perfis falsos na internet, pois se trata de uma área pouco pesquisada, mas há ideias e hipóteses que funcionam como um bom ponto de partida para a discussão. Em primeiro lugar, é importante distinguir os tipos de perfil falso. Uma pessoa pode criar um personagem ou copiar um por diferentes motivos.
Na internet, um avatar funciona como uma máscara, uma proteção. Ninguém precisa conhecer ninguém. A grande rede é um suporte quase perfeito para a criação e manutenção de relações sociais consideradas impossíveis no ambiente físico. É bastante comum a criação de personagens com personalidades diferentes de quem os cria como uma forma de experimentar coisas novas, personas muitas vezes o extremo oposto de quem os cria. É a chance, por exemplo, de alguém extremamente tímido se relacionar – e bem – com outras pessoas, pois ela se sente mais confortável.
No contexto do Twitter, a criação de um perfil falso tem a ver com a fama e a facilidade de se tornar popular se aproveitando de um nome famoso. O serviço explode, e é sabido que famosos fazem uso dele mais do que qualquer outra ferramenta, então fica fácil chamar atenção.
É crime!
Criar um perfil falso para se passar por outrem, tanto no Twitter como em outras redes sociais, é crime em diferentes níveis de gravidade. A utilização indevida da imagem de alguém pode ser punida civilmente através de uma ação movida pela vítima. Já o uso da imagem juntamente com dados pessoais caracteriza o crime de falsa identidade.
Quando há intenção de prejudicar ou se aproveitar, o crime é ainda mais grave: a falsidade ideológica. Um perfil falso criado para fins ilícitos e para prejudicar a pessoa "clonada" pode também ser enquadrado no crime de difamação. Em todos os casos, os perfis podem ser legalmente retirados do ar e a vítima tem direito a indenização.
Perfis abertamente falsos e que fazem sucesso não isentam o criador da punição. Não adianta se defender dizendo que é uma brincadeira, o crime e as consequências são os mesmos.
Dicas para saber se alguém é fake
Selo de autenticidade
O Twitter tem um selo de autenticidade para confirmar que uma pessoa famosa é realmente quem ela diz ser. Mais e mais celebridades usam o selo nos Estados Unidos, mas ainda não no Brasil. Somente Marcelo Tas e Luciano Huck têm o selo no perfil. Este “certificado” não é distribuído para todas as figuras públicas automaticamente. A pessoa pede, comprova sua identidade e, aí sim, é “carimbada” como legítima.
Para perfis gringos, a primeira dica é observar este certificado. Já para perfis brasileiros, por enquanto esta dica é inútil.
A primeira dica é observar o selo de autenticidade do perfil
Busque sempre na fonte
Busque informações sobre o famoso em questão em fontes oficiais. É muito provável que uma pessoa pública divulgue o perfil dele no Twitter ou no Orkut, como a cantora Ivete Sangalo. No site dela, inclusive, as atualizações do Twitter são exibidas na página inicial. Mesmo que não tenha um perfil no microblog, certamente uma pessoa esclarece caso haja alguém se passando por ela. O site oficial do goleiro Rogério Ceni, por exemplo, exibe um aviso na página inicial: “Em virtude de denúncias recebidas diariamente por e-mail, esclarecemos que o atleta Rogério Ceni não possui perfil nos sites Orkut e Twitter, nem em qualquer outro site de relacionamentos na Internet.”
O goleiro Rogério Ceni alerta em seu site oficial que não tem perfil em nenhuma rede social.
Não somente para celebridades, a busca de uma página pessoal ou blog que indique e comprove a veracidade ajuda a confirmar a identidade de qualquer contato. Orkut, facebook, vlog, flog, blog, qualquer página pode ajudar a comprovar a relação com o Twitter.
Pesquisa
Uma pessoa que se passa por outra fatalmente se denuncia. cedo ou tarde Antes de acreditar piamente em um perfil, analise o conteúdo. Erros crassos de português, informações e declarações absurdas – ainda mais de aspecto pessoal – que não condizem com a pessoa em questão, enfim, pequenos detalhes denunciam um farsante.
Um pouco de atenção pode ser suficiente já no nome do “twitteiro”. O twitter @vitorfasano foi desmascarado por um simples C, uma vez que o nome do ator é, de fato, Victor.
Uma pesquisa mais extensa pode ser bastante trabalhosa, mas ajuda a encontrar incoerências no conteúdo. Neste sentido, é mais fácil para um grande fã desmascarar um perfil falso.
Um pouco de pesquisa pode ser suficiente para saber se uma celebridade é legítima.
Não somente no Twitter, mas outros veículos ajudam nesta pesquisa. Notícias sobre um perfil falso podem ser facilmente encontradas, assim como a comprovação de autenticidade. Da mesma maneira que um tweet se espalha, a confirmação que um perfil é verdadeiro ou a denúncia de falsidade também pode ser amplamente divulgada.
Os seguidores
O número de seguidores pode ser um indicativo de autenticidade. Um perfil com milhares de seguidores – alguns até com milhões, vide o ator Ashton Kutcher e a apresentadora Oprah Winfrey – dificilmente são falsos. Atente para o “dificilmente”, pois há muitos perfis sabidamente falsos, mas são famosos e até conhecidos pela celebridade “original”.
Além do número de seguidores alto, uma celebridade legítima certamente segue outros famosos autênticos. Portanto, um perfil verdadeiro é uma ótima ponte para outros perfis legítimos. E esta dica também vale para qualquer tipo de círculo social: um amigo seu tende a seguir outros amigos e isto ajuda a comprovar o nível do relacionamento.
Estas foram algumas dicas para você não se deixar enganar com perfis falsos no Twitter. Não somente no serviço de microblog, mas para a internet toda, a melhor recomendação que podemos dar é não acreditar em tudo que se lê. Como você viu, as pessoas se sentem protegidas e isentas na internet, então é fácil se passar por outrem. Esperamos ter ajudado você. Até a próxima.


FONTE - 
http://www.tecmundo.com.br/2684-dicas-para-voce-desmascarar-perfis-falsos-no-twitter-e-em-outras-redes.htm

4 comentários:

  1. como faço pra saber se estão usando meu perfil sem minha permissão em algum site? ricardo

    ResponderExcluir
  2. Quais são os passos para começar uma investigação cibernética sobre "FAKE", no Twitter? Gostaria de saber dos "feras" em Perícia Forense Digital, se poderiam me orientar e me ajudar neste desafio? Sobre quais são os passos-a-passos, para iniciar uma perícia forense digital, em cima de um "FAKE" criado para utilizar uma identidade falsa para difamar a vítima (usuária do TWITTER); o mesmo seguindo-a no twitter, com palavreados de baixo escalão e alegando que a dona do mesmo é isso e isso...(termos com palavrões). Ele criou um outro com o mesmo nome dela e utiliza o mesmo para difamá-la. Então, ela se sentindo afetada e muito prejudicada, está querendo saber como identificá-lo pelo IP, ou pelo lugar onde ele se encontra, ela quer saber quem é o sujeito? Ele parece que desconfiou e tirou o "FAKE" do ar... Ela já fêz o B.O., capturou as telas com as difamações, ela está muito apreensiva. Pergunto-lhe: Quais são os passos a serem seguidos? Tem como conseguir o IP deste mesmo? Mesmo, ele tendo tirado do ar a página dele do TWITTER? Como fazer, para seguir os trâmites legais? Quanto devo cobrar e como estes procedimentos são cobrados pelo Perito Forense? Peço-lhe urgência neste pleito! E desde já, quero parabenizá-lo pelo excelente BLOG, sendo muito interessante e instrutivo! Agradeço desde já, sua boa vontade! Despeço-me com considerações. Periandro Noronha.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Acabei de me decepcionar ao descobrir que a pessoa era fake e eu só percebi hoje! Muito triste mesmo :( triste saber que existem pessoas com capacidade para tal coisa!

    ResponderExcluir